quinta-feira, 11 de outubro de 2007

Os Números do Menino Guloso

Dá-me bolinhos
mas não só um.
Desde o almoço
faço jejum.

Dá-me bolinhos
mas não só dois.
Como um agora
outro depois.

Dá-me bolinhos
mas não só três,
que os vou papar
duma só vez.

Dá-me bolinhos
mas não só quatro,
para os provar
logo no quarto.

Dá-me bolinhos
mas não só cinco.
Com tanta fome
eu bem os trinco.

Dá-me bolinhos
mas não só seis,
todos maiores
que bolos reis.

Luísa Ducla Soares, Poemas da Mentira e da Verdade, Livros Horizonte

Sem comentários:

Publicar um comentário

Obrigada pelo seu comentário!